AMERICANO JOGA SUA COPA DO MUNDO

Enquanto brasileiros se preocupam com título da Seleção, alvinegros querem o acesso na B1

AMERICANO JOGA SUA COPA DO MUNDO

Qualquer amante do futebol aguarda ansiosamente por quatro anos para acompanhar a Copa do Mundo, mas em 2018 o torcedor do Americano tem que dividir os sentimentos e a torcida entre seu Alvinegro e a Seleção Brasileira. Tanto a Série B1 do Campeonato Estadual, quanto o Mundial da Fifa entram em seu momento decisivo e a competição regional ganha mais importância.

Nesta semana, o Brasil tem jogo importante na primeira fase contra a Sérvia na quarta-feira, dia 27 de junho, e o Americano joga no sábado, dia 30, contra o Angra dos Reis por sua classificação às semifinais da Taça Santos Dumont. E não é só o torcedor que já definiu a importância do confronto do final de semana. O treinador Josué Teixeira também escolheu sua prioridade.

“Não estamos focados na Copa do Mundo. Precisamos trabalhar muito para conseguir os objetivos. A programação não será modificada devido ao jogo do Brasil e nenhum outro jogo da Copa”, disse Josué Teixeira.

A preocupação do treinador é compreensiva. Contratado para devolver a alegria ao torcedor do Americano, Josué quer fazer história em Campos e levar de volta o Americano para a elite do futebol do Rio de Janeiro após seis temporadas na Série B e batendo na trave nos últimos três anos.