Confiança no paredão

Goleiro Luís Henrique está pronto para fazer seu papel e levar o Americano para a Seletiva

Confiança no paredão

Foto: @vitorsames

O Americano tem a dupla de ataque formada por Cláudio Maradona e Maikon Aquino, que juntos marcaram mais de 30 gols no ano e decidiram a maioria dos jogos, mas a vaga na Seletiva depende também do sistema defensivo e do goleiro Luís Henrique. Se a defesa passar em branco nos dois próximos jogos contra o Audax, o Alvinegro estará classificado para a Seletiva da Série A

Por ter tido melhor campanha na fase de classificação, o Americano precisa de dois empates contra o Audax para conquistar o acesso. O primeiro jogo acontece nesta quarta-feira, dia 19 de setembro, no Rio de Janeiro, e a volta no sábado, dia 22, em Cardoso Moreira.

Apesar de poder ser protagonista na decisão, Luís Henrique alivia a pressão e diz que o foco está em conquistar duas vitórias, independente de sofrer ou não gols. “Ficar sem tomar gol é uma pressão que todo goleiro tem. É sempre o principal objetivo, mas não podemos ter essa vaidade, pois o grupo nunca teve isso ao longo desse tempo que estamos juntos. Se não tomar gol vou ficar feliz pelo acesso, mas se tomarmos gol e conseguir o acesso ficarei feliz da mesma maneira”.

Neste terceiro duelo seguido contra o Audax, o goleiro alvinegro espera uma partida bem diferente das anteriores. “Temos que entrar mais focado a partir de agora, pois as dificuldades estão aumentando. Pela Copa Rio, eles vieram com a maioria de reservas e nos deram complicaram e agora com o grupo completo será mais difícil ainda. Estamos preparados para esta batalha e vamos ganhar essa guerra”, disse Luís Henrique.