Publicado em 07 de Julho de 2017
Diretoria do Americano apoia nota emitida pela ABEX

Associação Brasileira de Executivos de Futebol emite nota de repúdio à atitude de torcedores contra dirigente de um time rival


Whatsapp

Diretoria do Americano apoia nota emitida pela ABEX

A Associação Brasileira de Executivos de Futebol - ABEX - Futebol veio publicamente se posicionar quanto aos fatos acontecidos contra a um dirigente de Futebol, neste caso, o presidente do Paysandu, que foi hostilizado e ameaçãdo, junto de sua família, por torcedores rivais. No entanto, o caso dele é mais um que acontece a todo momento no futebol nacional, como por exemplo o que aconteceu com um dos diretores do Americano FC, após o jogo contra o Goytacaz, na última quarta-feira (05), quando foi cercado, agredido e teve seus pertenes furtados.
 
Fatos como estes não podem existir. Não podem passar impune. Não podemos fechar nossos olhos e fingir que não existe. Devemos lutar para que fatos como estes não se repitam em nenhum canto do país. Pois o futebol, mesmo sendo uma paixão nacional, e, sabemos, que quando há paixão, há emoção, não devemos deixar que essa emoção contamine e influencie para que atitudes convardes e maldosas aconteçam machando esporte nacional. O Americano Futebol Clube se solidariza com as famílias dos dirigentes e se coloca como mais um clube interessado e imbuído na paz no futebol.      
 
Abaixo, a nota da ABEX-Futebol na íntegra. 
 
"O futebol brasileiro mais uma vez está de luto. E como é triste admitirmos o quanto é normal nos sentirmos assim: comovidos, revoltados, com vontade de fazer algo e gritar contra tudo o que não faz parte do futebol e que ofende a vida.
 
Em mais um dia qualquer, após um jogo qualquer, todos soubemos da insanidade cometida contra um pai de família, um apaixonado por futebol, que dedica tempo e trabalho em prol de um clube.
 
Sérgio Serra, agora ex-presidente do Paysandu, foi hostilizado. Mais que isso. Foi ameaçado ao lado de sua mulher e seu filho e renunciou. Possivelmente, qualquer um de nós faríamos isso.
 
E mais uma vez sentimos revolta e tristeza. E se tudo correr normalmente, esqueceremos. Em poucos dias voltaremos ao “normal”, a nossa letargia diante do que ocorre ao próximo.
 
Sim, somos assim.
 
Nos esquecemos fácil. Nossa indignação é sempre passageira. Tudo some de nossas mentes e corações bem mais rápido do que a vinda de uma nova violência. Só deixamos de esquecer quando é conosco, quando é com nossa família.
 
Precisamos tratar a todos como uma família. A família do futebol brasileiro. Que a dor do presidente Sergio Guerra seja a nossa dor enquanto a dele durar. E que nossos esforços comecem a ser realizados também na busca da paz.
Atletas, treinadores, imprensa, dirigentes e executivos PRECISAM levantar a bandeira pela paz no futebol.
 
A ABEX sabe que o futebol e a Sociedade no qual ele está inserido, precisam de incontáveis melhorias. Mas a vida tem que ser sempre prioridade. Não podemos admitir mais presidentes com medo, torcedores morrendo, atletas ameaçados, etc …
 
Não podemos apenas esquecer.
 
Mais uma vez."
 
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS EXECUTIVOS DE FUTEBOL

COMENTÁRIOS



APOIO

Obras do EstádioObras do EstádioObras do EstádioObras do EstádioObras do EstádioObras do EstádioObras do EstádioObras do Estádio
Americano Futebol Clube

Av. Professora Carmen Carneiro, Bairro Sétimo Distrito, nº 3446/3542
CEP 28081-250 | Campos dos Goytacazes | RJ

NMaster | Soluções em Tecnologia